logo AzMina

A nova arma de Obama contra o estupro

Campanha da presidência americana coloca celebridades para falar de consentimento com universitários

 

P arece absurdo, mas tem muita gente que ainda não entendeu que “não” é não! Essa ainda é a confusão número 1 em casos de abuso sexual em universidades! E para ajudar a explicar essa questão mais do que importante, a Casa Branca lançou neste mês mais um vídeo para a campanha “It’s on us” (Depende de nós). Nele, figuraças como Josh Hutcherson (Jogos Vorazes) e Nina Dobrev (Diário de um Vampiro) falam sobre o que é consentimento. “Sem ele não há sexo, só estupro” é a mensagem.

No site da campanha, jovens são convidados a assinar um compromisso no qual entendem, por exemplo, que:

1) Consentimento passado não significa consentimento presente ou futuro,
2) Pessoas sob efeitos de drogas ou álcool nem sempre são capazes de consentir,
3) Se a pessoa não está em condições de consentir não é sexo, é estupro,
4) Devem pedir ajuda de mais alguém e interferir se presenciarem situações de abuso, entre outros.

E você, quer também assinar embaixo e estimular seus colegas a assumir esse compromisso?

Somos movidas por uma comunidade forte. Falta você!

AzMina ajudou a revolucionar a cobertura de gênero no jornalismo brasileiro nos últimos 6 anos. Com informação e dados, discutimos temas tabus, fazemos reportagens investigativas e criamos uma comunidade forte de pessoas comprometidas com os direitos das mulheres. Muita coisa mudou nesse meio tempo (feminicídio deixou de ser “crime passional” e “feminista” xingamento), mas as violências contra as mulheres e os retrocessos aos nossos direitos continuam aí.

Nosso trabalho é totalmente independente e gratuito, por isso precisamos do apoio de quem acredita nele. Não importa o valor, faça uma doação hoje e ajude AzMina a continuar produzindo conteúdo feminista que faz a diferença na vida das pessoas. O momento é difícil para o Brasil, mas sem a nossa cobertura, o cenário fica ainda mais tenebroso.

FAÇA PARTE AGORA