Se há uma classe de mulheres injustiçadas é a das piriguetes. Mulheres que gostam de exibir as curvas naturais do corpo, no topo de sua autoestima, elas são acusadas de absurdos como “não se dar ao valor”. Como se achar-se linda e sensual não fosse o melhor jeito de se valorizar!

A verdade é simples: uma sociedade que controla a sexualidade das mulheres e adora mantê-las sob as rédeas da insegurança não suporta uma mulher que esteja à vontade com o próprio corpo. Mas nós, da Revista AzMina, temos o maior respeito pelas piriguetes e fizemos esse ensaio de moda em sua homenagem. Aí vão algumas ideias de looks pros dias em que você estiver querendo esbanjar sua sensualidade.

E, sim, querida, você se dá muito ao respeito – e todo mundo deve o mesmo a você, piriguetando ou não…

Expediente

Roupas e acessórios: Acervo Pessoal
Modelos: Andrea Rodrigues e Anna Victoria Urbieta
Fotógrafas: Babi Bowie e Anna Victoria Urbieta
Maquiagem: Lorena Caxito