logo AzMina

Livro sobre câncer de mama reverterá renda para o empoderamento de mulheres com a doença

Para a autora, mais do que realizar exames e confiar cegamente neles, é preciso observar a si mesma e conhecer o próprio corpo

Texto de Lara Tôrres, da equipe do Além da Cura

O livro “Outubro Rosa: do muito que há por ser dito”, escrito pela médica, militante e feminista Elcylene Leocádio, fala sobre a experiência que ela teve com a descoberta e tratamento do câncer de mama, contada em um relato diário, por um mês durante o período de tratamento. A obra terá 20% de sua renda doada para a causa do empoderamento de mulheres com câncer de mama através dos projetos Além da Cura e Além do Rosa.

A médica Eclyene Leocádio conta sua história com o câncer de mama no livro.
A médica Eclyene Leocádio conta sua história com o câncer de mama no livro.

De acordo com Elcylene, ter câncer não é uma punição, um sinal de desleixo com a própria saúde, não é resultado de raiva e o tratamento não é uma guerra. Em entrevista à Folha de São Paulo, Elcyene disse que por muito tempo ela e o câncer eram a mesma coisa e que falar sobre isso foi uma decisão política feminista, destacando que mais do que realizar exames e confiar cegamente neles, é preciso observar a si mesma e conhecer o próprio corpo.

Elcylene passou dez anos fazendo mamografias e a doença só foi detectada quando ela mesma percebeu que o seu mamilo direito estava retraído. Em seu livro, ela busca tratar o assunto de maneira objetiva, limpa, sem reforçar estigmas. 

Além da Cura

Annie Dantas é uma das entrevistadas do documentário "Muito Além da Cura",
Annie Dantas é uma das entrevistadas do documentário “Além da Cura”. Foto: Bruna Monteiro

Histórias como a de Elcylene são contadas pelo projeto Além da Cura, documentário que dá voz, empodera e mostra mulheres com câncer ao redor do mundo e promove ações no mês de conscientização sobre o câncer de mama, o Outubro Rosa. O projeto foi iniciado a partir de uma campanha de financiamento coletivo e hoje busca a ajuda de parceiros para conseguir financiamento para concluir o documentário e seguir tocando o projeto. A ideia da produção é ouvir 200 mulheres de diferentes lugares. 

Livro Outubro Rosa: do muito que há por ser dito

68 págs.

Editora: Produções do Tempo,

Preço: R$ 50

Lançamento em Recife: 27/10, às 17h, no Bar Teatro Mamulengo (Praça do Arsenal no Recife Antigo)

Lançamento em São Paulo: 03/11, às 18h30, na Livraria da Vista (Rua Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena)

Lançamento em Curitiba: 15/12, às 17h, no Bello Caffé (Rua Comendador Macedo, 371, Centro)

 

Somos movidas por uma comunidade forte. Falta você!

AzMina ajudou a revolucionar a cobertura de gênero no jornalismo brasileiro nos últimos 6 anos. Com informação e dados, discutimos temas tabus, fazemos reportagens investigativas e criamos uma comunidade forte de pessoas comprometidas com os direitos das mulheres. Muita coisa mudou nesse meio tempo (feminicídio deixou de ser “crime passional” e “feminista” xingamento), mas as violências contra as mulheres e os retrocessos aos nossos direitos continuam aí.

Nosso trabalho é totalmente independente e gratuito, por isso precisamos do apoio de quem acredita nele. Não importa o valor, faça uma doação hoje e ajude AzMina a continuar produzindo conteúdo feminista que faz a diferença na vida das pessoas. O momento é difícil para o Brasil, mas sem a nossa cobertura, o cenário fica ainda mais tenebroso.

FAÇA PARTE AGORA