logo AzMina

“O machismo e o racismo são efetivos quando te tiram do seu negócio”

A empresária e advogada Eliane Dias participa do Café com AzMina e fala sobre as dificuldades das mulheres no mercado de trabalho

Se tem um assunto do qual Eliane Dias, 48, pode falar é trabalho. Ela começou a trabalhar ainda criança, como faxineira e babá, e desde então já fez de tudo: distribuiu panfletos, trabalhou com carros e foi modelo.

Hoje ela é advogada, responsável pela SOS Racismo, e empresária da produtora musical Boogie Naipe, onde gerencia os Racionais MC´s. Nessa jornada, o racismo e o machismo tomaram muitas formas criando obstáculos na carreira de Eliane.

No Café com AzMina, ela conta um pouco sobre isso para Nana Queiroz e como enxerga a luta das mulheres para ocupar seu lugar de direito no mercado de trabalho, que ela acredita ser exaustiva. “É um esforço tão grande para chegar lá, que às vezes a gente pensa: ‘não quero'”.

Assista mais: Café com AzMina com Maíra Medeiros, do canal Nunca Te Pedi Nada

Quem está na cola do machismo mesmo?

Desde 2015, AzMina está do lado das mulheres e da luta pelos nossos direitos. E, ao nosso lado, nós tivemos muitas leitoras e leitores, que financiam o nosso trabalho e acreditam que jornalismo feminista deve chegar a todos. Graças aos nossos apoiadores, impactamos a vida de milhares de mulheres e produzimos cada vez mais conteúdos e projetos. Nossas reportagens, vídeos, podcasts, campanhas de conscientização e projetos como o PenhaS e o Elas no Congresso são totalmente gratuitos.

Se você valoriza tudo isso, considere fazer uma doação. Junte-se às mais de 500 pessoas que tornam o nosso trabalho possível. A maior parte dos nossos apoiadores contribui com R$ 20 mensais e cada real é importante.

O jornalismo feminista independente é muito essencial à Democracia sempre. Mas no Brasil de 2021, não podemos descuidar nem um dia. Para isso, AzMina depende de você.

APOIE A CONTINUIDADE DESSE TRABALHO HOJE!