logo AzMina

Política de erros

por Equipe AzMina
15 de julho de 2019

A Revista AzMina presa pela transparência, precisão e veracidade das informações publicadas em suas matérias. Trabalhamos com fontes qualificadas e checagem de todo conteúdo. Além disso, todas as matérias passam por duas editoras. 

Para reportar um erro, clique aqui.

Caso algum erro venha a ser publicado, ele será corrigido de maneira ágil e transparente. Se percebermos internamente ou recebermos a notificação de conteúdo errado, nossas editoras vão verificar a informação e, se for confirmado o erro, ele será corrigido e uma errata será adicionada à matéria, informando aos leitores do erro e da alteração, bem como do momento em que ela for feita. 

Para erros graves, que afetem o assunto central da matéria, a errata ficará no início do texto. Já para erros menores, que não estejam ligados ao conteúdo central da reportagem, a nota de errata ficará no final do texto. Em casos mais graves, a reportagem será republicada com notificação do erro, tanto em nosso site como em redes sociais. 

A gravidade dos erros será avaliada caso a caso pela nossa equipe e conselho editorial, composto por apoiadores d’AzMina (faça parte aqui). 

Apoie AzMina

A Revista AzMina alcança cada vez mais gente e já ganhou mais prêmios do que poderíamos sonhar em tão pouco tempo. A gente acredita que o acesso a  informação de qualidade muda o mundo. Por isso, nunca cobraremos pelo conteúdo. Mas o jornalismo investigativo que fazemos demanda tempo, dinheiro e trabalho duro – então você deve imaginar por que estamos pedindo sua ajuda.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que gente que não pode pagar pela informação continue tendo acesso a ela. Porque jornalismo independente não existe: ele depende das pessoas que acreditam na importância de uma imprensa plural e independente para um país mais justo e democrático.

Apoie AzMina