logo AzMina

Igrejas LGBT inclusivas ganham espaço após tiroteio de Orlando

Elas apostam em uma interpretação acolhedora da Bíblia, da Torá, do Corão e todos os textos sagrados
por Nana Queiroz
17 de junho de 2016

Na capital dos Estados Unidos, Washignton D.C.,  em cada bairro existe uma igreja com a bandeira LGBT na frente e a frase: “TODOS são bem-vindos”. Essas igrejas inclusivas ganharam força após o tiroteio de Orlando, com uma interpretação acolhedora da Bíblia, da Torá, do Corão e todos os textos sagrados.

Reportamos neste vídeo uma linda reunião religiosa de diversas denominações para acolher gays, lésbicas, bissexuais e transexuais, em homenagem às vítimas do massacre.

Apoie AzMina

A Revista AzMina alcança cada vez mais gente e já ganhou mais prêmios do que poderíamos sonhar em tão pouco tempo. A gente acredita que o acesso a  informação de qualidade muda o mundo. Por isso, nunca cobraremos pelo conteúdo. Mas o jornalismo investigativo que fazemos demanda tempo, dinheiro e trabalho duro – então você deve imaginar por que estamos pedindo sua ajuda.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que gente que não pode pagar pela informação continue tendo acesso a ela. Porque jornalismo independente não existe: ele depende das pessoas que acreditam na importância de uma imprensa plural e independente para um país mais justo e democrático.

Apoie AzMina

AzMina é uma resposta feminista à desigualdade e ao preconceito