O amor romântico

existe para as

mulheres negras?

Você sabia que o feminismo negro ressignificou a ideia de amor romântico?

Muitas mulheres têm questionado se aquele amor romântico de conto de fadas com final feliz realmente existe.

Essa discussão é muito importante, mas ela existe há muito mais tempo entre as mulheres negras.

E um dos motivos é que elas nunca estiveram representadas nesses filmes românticos e contos de fadas.

Ampliar a ideia de amor, para as mulheres negras é: viver o afeto entre amigas, irmãs e familiares; se dedicar aos coletivos de mulheres negras; perceber que, talvez, ela não gosta de se relacionar afetiva e sexualmente só com homens; ou só com um homem.

Ou seja, para muitas mulheres negras, o amor  não tem nada a ver com esperar um homem ou querer viver um conto de fadas.

Essa visão sobre o amor alimentou o trabalho de intelectuais e pesquisadoras negras, como bell hooks e Audre Lorde.

Elas são referências do feminismo negro que mostraram para o mundo, através de suas obras, outras perspectivas desse sentimento, que é universal.