AzMina agora está também em Portugal, dando espaço pra nossas irmãs falarem! Por um feminismo que conecte o mundo lusófono! Próxima parada: África!