logo AzMina

Guia didático sobre a cultura do estupro para você não passar vexame na internet

A cultura do estupro não é desculpa pra agressor e nem invenção de feminazi. vem com a gente entender do que, de fato, ela se trata e como podemos todos combatê-la em nome das mulheres que amamos
por Carolina Vicentin
31 de maio de 2016

guia-cultura-do-estupro2

Apoie AzMina

AzMina alcança cada vez mais gente e já ganhou mais prêmios do que poderíamos sonhar em tão pouco tempo. A gente acredita que o acesso a  informação de qualidade muda o mundo. Por isso, nunca cobraremos pelo conteúdo da Revista AzMina. Mas o jornalismo investigativo que fazemos demanda tempo, dinheiro e trabalho duro – então você deve imaginar por que estamos pedindo sua ajuda.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que gente que não pode pagar pela informação continue tendo acesso a ela. Porque jornalismo independente não existe: ele depende das pessoas que acreditam na importância de uma imprensa plural e independente para um país mais justo e democrático.

Apoie AzMina

AzMina é uma resposta feminista à desigualdade e ao preconceito