azm_logo-educacional

AzMina agora conta também com cursos, palestras, workshops e oficinas

Conheça aqui nossas propostas educativas

helena.bertho

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Helena Bertho

Helena Bertho

Subeditora Executiva
Helena é jornalista formada pela USP e com pós-graduação em roteiro pela FAAP. Como jornalista, já escreveu para diversos veículos, como as revistas Sou Mais Eu, Veja São Paulo, Minha Casa e Super Interessante, além dos sites M de Mulher, Casa.com e Crescer. Foi escrevendo para mulheres e falando de dietas que começou a se frustrar com o jornalismo e decidiu buscar outro caminho, onde pudesse passar suas mensagens. Uniu sua paixão por séries com essa vontade e tornou-se roteirista. Mas como nenhum caminho é certo na vida, com a Revista AzMina acabou voltando para o jornalismo e hoje se divide entre as áreas. Além de trabalhar, Helena faz dança do ventre e enche as redes sociais com fotos do seu gato Darth Vader e não perde uma oportunidade de falar algo indiscreto e constranger todos à sua volta.

O que a delegacia da mulher pode – e deve – fazer por você (e também o que não deve)

Saiba o que esperar do atendimento e exija seus direitos ao fazer uma denúncia

Por que a palavra da mulher não tem valor nas delegacias?

Para promotora, investigadores precisam entender que, em casos de violência doméstica e sexual, as provas do crime são diferentes e, às vezes, não-materiais

Quando a delegacia é uma nova violência

Levantamente feito pela revista AzMina mostra que culpabilização da vítima, despreparo dos atendentes, ausência de plantões noturnos e aos finais de semana e falta de infraestrutura são os maiores gargalos

Para alguns, trabalhar em Delegacia da Mulher é punição. Para outros, uma honra

A sensação de frustração, de não ver o resultado dos esforços, é uma das maiores queixas de quem trabalha na defesa da mulher

Conheça o polêmico projeto de lei quer mudar a Lei Maria da Penha

PL 07/2016, que tramita desde março, tem sido fortemente criticado por advogadas e movimentos de mulheres

Pior sem ela: A vida em cidades sem Delegacias da Mulher

Em Ouro Preto, MG, mulheres se organizam para exigir uma delegacia especializada e livrar-se de anos de descaso e humilhações de policiais sem treinamento

Nestas eleições, vote em mulher

Eleger mulheres significa passar a ter um olhar de gênero sobre todas as paulas - não apenas aquelas voltadas exclusivamente para mulheres. Independente de quais forem suas convicções políticas, existe uma candidata que se alinhará a elas.

Onde estamos errando se um terço da população ainda culpa a mulher pelo estupro?

O movimento das mulheres cresceu tanto, mas parece que a mentalidade geral não mudou. Talvez seja preciso repensar nossas estratégias.

42% dos homens acreditam que a culpa por ser estuprada é da mulher

Quase metade dos entrevistados em pesquisa do Datafolha concordaram que "mulher que se dá ao respeito não é estuprada".

“A lei Maria da Penha ainda precisa ser implementada fora das capitais”

Maria, a mulher que deu origem à lei que mudou o cenário da violência doméstica no Brasil, comenta o estado das coisas 10 anos depois de sua criação
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE