azm_logo-educacional

AzMina agora conta também com cursos, palestras, workshops e oficinas

Conheça aqui nossas propostas educativas

2017

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

5 ações que precisam mudar para acabar com a desigualdade de gênero no trabalho

O progresso humano é curioso. Foram necessários menos de 40 anos para colocar o homem na lua, mas faltam 170 anos para colocar uma mulher na cúpula de diversos locais do nosso planeta.

#VamosMudarOsNúmeros: Cruzeiro e AzMina entram em campo pelas mulheres

Clube mineiro veste a camisa da desigualdade em jogo no 8 de março pela Copa do Brasil

Nada de incêndio na fábrica! Esta é a verdadeira história do 8 de março

O Dia da Mulher é uma data política, que vem da luta de mulheres operárias e não da morte passiva

Como você pode participar da Parada Internacional deste Dia da Mulher

Quer participar mas não consegue fazer greve? Tudo bem! Há dez outras maneiras de demandar melhores condições de trabalho, segurança e respeito

Em Portugal, cresceram disfarces que sexualizam meninas no Carnaval

E, convenhamos, ser menina não é - ou não deveria ser - "coisa sexy". O objectivo final é alimentar uma indústria capitalista, seja ela de beleza dos cosméticos às operações

Como evitar que domésticas sejam uma incoerência feminista?

Quem trabalha em casa de família não tem acesso aos mesmos direitos que o restante dos trabalhadores. Movimentos reivindicam a ampliação do acesso a serviços públicos

Como os estereótipos estão atrapalhando sua carreira e reduzindo seu salário

No ambiente de trabalho inúmeros deles enxugam o número de mulheres em carreiras vistas como masculinas ou em posições de liderança

Encarceramento em massa de mulheres deixa famílias inteiras desamparadas

Seletivo, o encarceramento além de capturar tão somente as parcelas pobres da população para integrar o seu dramático e violento cenário, viola as mulheres encarceradas e reverbera para as outras mulheres da sua família

Um oceano feminista

Você já deve ter topado com alguma referência à “terceira onda do feminismo” e, muito provavelmente, ficou se perguntando o que é isso e onde estão as duas primeiras

“Por que precisamos falar de assédio até a exaustão?” – #UmaMinaAjudaAOutra

Quando ouço alguém dizendo que o mundo tá chato, que feminismo é mimimi, tenho certeza de que ainda estamos discutindo pouco o assunto
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE