IMG_0406

É,  galera, aconteceu: inventaram uma fraldinha de menstruação, uma calcinha com absorvente embutido. Melhor: botaram uma rendinha em cima e prometeram ainda deixar a gente supersexy enquanto menstrua! A-DO-RO essa ideia de fazer as pazes com nosso corpo e nossa sexualidade enquanto estamos naqueles dias, afinal, menstruação é um produto natural do corpo e não faz ninguém “nojenta”. Sei até de casais que curtem muito transar no vermelhinho viscoso (qualquer semelhança com pessoas ou eventos da vida real é mera coincidência) 😉

Assim que eu vi a pré-venda da tal calcinha, a Thinx, na internet, corri pra garantir a minha: a ideia, claro, era contar pra vocês se funciona ou não, antes mesmo da invenção chegar ao Brasil. O que mais me atraiu  foi o aspecto ecolegal da coisa. É um jeito de menstruar sem fazer bagunça nesse nosso mundão. Isso porque a calcinha pode ser lavada e reutilizada por dezenas e dezenas de vezes (tanto quanto dura uma boa calcinha aí na sua gaveta, eu que não sei de suas estripulias amorosas hehehe). Pra mim, usuária do O.B., é um avanço e tanto. O mesmo pra quem é adepta do absorvente. E pode ser também uma alternativa pra quem não se deu muito bem com o coletor menstrual.

A experiência da compra na internet foi bem simples – duro foi pagar a conta! Cada uma me custou 34 doletas (multiplica seu “ai!” por 4 pra empatar com o dólar, meu bem!). Há outras opções mais baratas e que mantêm você protegida por menos tempo, apesar de serem também menores e mais bonitas. Elas custam 29 e 24 dólares – em minha humilde opinião, ainda caro pra chuchu!

Eu preferi pegar logo a grandona, que promete aguentar até 12 horas no corpo sem vazamentos, pra garantir minha corrida e minhas aulas de ioga nos primeiros dias da menstruação. Como ela faz isso? A Thinx tem uma série de camadas e cada uma é responsável por uma missão. A primeira, deixa passar o líquido; a segunda, tem um tratamento que mata bactérias; a terceira é a que segura tudo e, finalmente, a quarta é camada extra de proteção a vazamentos. Todas elas deixam o ar circular livremente entre nossas partes e o mundo. O esquema abaixo explica bem.

diagram

Gente, nunca na vida fiquei tão ansiosa pra menstruar! Quando o pacote chegou, me assustei com o tamanho – parecia que eu tinha assaltado a gaveta de calcinhas da minha avó.

Mas não é que a menina é confortável e não ficou de tudo mal? Sexy, sexy não digo, mas não enfeiou meu corpinho, não. Olha aí a foto e julga por você o que acha (sim, essa sou eu com minhas celulites e barriga positiva. Aqui n’AzMina a gente evita o Photoshop até quando a foto é da bunda da Diretora de Redação).

Saí, claro, pra correr com ela, e a bendita aguentou perfeitamente. Lembrou-me um pouquinho aquela sensação de leve suor no meio das partes, normal pra quem usa absorvente, uma desvantagem em relação ao O.B. e ao copinho, mas nada que incomodasse demais. O cheiro ficou bem razoável também.

Doze horas depois, ainda sem incidentes. Me julguem: deixei duas horas a mais pra ver o que acontecia – que nojo! E a calcinha vazou. Ou seja: sigam o manual de instruções! 😉

Minhas conclusões resumidas pra quem teve preguiça de ler toda a bíblia aí de cima:

O preço é bom? 1302899467370_133

Segura o fluxo? curtir

Fica sexy? 1302899467370_133 (mas isso é subjetivo, né?)

Dura o tempo prometido? curtir

As 12 horas passam sem vazamentos? curtir

Não incomoda? curtir

Dá pra fazer exercício com ela? curtir

Fica livre de odores? curtir

Dá sensação de sequinha? 1302899467370_133