PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • cel-nudes

‘Ele me pediu nudes do nada e dei uma lição nele’, conta adolescente

Por Equipe AzMina'Eu não o convidei. Não pedi por nada. E não apaguei a minha foto. Ela ainda está lá, totalmente linda da maneira que eu sei que sou'
  • justitia2

O uso da Lei Maria da Penha como instrumento de vingança é um mito

Por Lívia MagalhãesA lei não é a única a prever medidas de urgência para proteger a vítima e não impede que os homens sejam ouvidos.
  • natacao-1

Como o esporte uniu mãe e filha: ‘Meu programa familiar é disputar um Mundial’

Por ~dibradorasElas foram a Budapeste participar de um campeonato, pela primeira vez na mesma delegação
  • miniatura

Com quase nada, essas gêmeas viraram ícones de moda da favela e de todo o Brasil

Por Helena BerthoTasha e Tracie Okereke começaram cortando peças de dois reais e pintando estampas com canetinha
  • fabrina capa

‘Fiquei doente com o apoio de médicos que me receitaram remédios para emagrecer’

Por Equipe AzMina'Se fizeram do corpo gordo um corpo público, respondi fazendo da minha existência um ato de resistência'
  • negraspasseata_3

Teste do pescoço: você já fez?

Por Luana GénotEm um vôo Rio-SP conto discretamente as pessoas negras na aeronave. Movo meus dedos à medida que as identifico. Difícil usar os dez dedos da mão 
  • youtube-1

Feminista tem que pegar geral?

Por Equipe AzMinaA coluna da Mari Zen no YouTube fala sobre sexo casual. "Justamente por ser feminista eu acho que está tudo bem querer ficar sozinha, dar pra todo mundo ou querer um amorzinho".
  • diva_maternidade

“Amo meu filho, mas ser mãe é treta’

Por Equipe AzMina'Meu bebê não pegava o peito e me colocaram na cabeça que tinham que dar leite de fórmula. Esmagaram meus mamilos e brigaram comigo, dizendo que ele ia morrer de fome'
  • tayna3

Escolhi amamentar meu filho no trabalho, mas isso ainda incomoda

Por Tayná Leite"Eu me recuso a me afastar dos espaços decisórios porque me tornei mãe. O meu talento vem com a minha maternidade"
  • homi3

Um novo macho é possível? Sim, uma coluna feita por homens

Por Breno Castro AlvesBreno Castro, nosso novo colunista, busca homens que topem discutir uma nova maneira de ser... homem!
LEIA MAIS

Quem somos

A Associação AzMina é uma instituição sem fins lucrativos cujo objetivo é combater os diversos tipos de violência que atingem mulheres brasileiras, considerando as diversidades de raça, classe e orientação sexual. Realizamos palestras, debates, oficinas e outros eventos para aprofundar a discussão sobre os direitos da mulher e combater o machismo. Também organizamos grupos de apoio psicológico e legal para mulheres em relacionamentos abusivos, além de criar campanhas de conscientização nas redes sociais, envolvendo movimentos de mulheres e mobilizando a grande mídia.

Já a Revista AzMina é uma publicação online e gratuita para mulheres de A a Z. Nela, há espaço para todos os tipos de beleza, rostos e formas. Ensaios de moda que contemplam corpos reais, evitam o consumismo e trazem sugestões de looks que cabem no bolso. Além disso,  investimos em reportagens profundas, independentes, responsáveis, sem rabo preso com anunciantes.

Somos uma equipe apaixonada por este projeto e dedicada a usar o jornalismo para ajudar a melhorar o mundo, principalmente para nós, mulheres!

ESPIE NOSSOS PERFIS

Assine AzMina

Somos uma revista sem fins lucrativos que pretende construir um novo senso de beleza e dar ferramentas para que TODAS as mulheres brasileiras sejam ainda mais poderosas. Mas só podemos fazer tudo isso garantindo nossa independência editorial se você colaborar conosco! Coloque uma moeda no nosso cofrinho e prometemos cuidar dela com muita responsabilidade, transparência e carinho.

SAIBA COMO PATROCINAR

Seja um(a) parceiro(a)

Nossa proposta é transformar a publicidade num ato de responsabilidade social. Conheça nosso conceito de publicidade amiga da mulher e venha fazer com a gente uma revista inteligente e divertida, que acredita no potencial de cada mulher em todos os sentidos.

LEIA MAIS