<PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • pela-primeira-vez-a-globeleza-esta-vestida-na-cha-2-4901-1483967534-0_dblbig

Entrevistamos a Globeleza e o criador do novo conceito pro Carnaval 2017

Por Equipe AzMinaDiretor criativo dá a entender que mudança, como todo processo criativo é, de alguma forma, um reflexo de um mundo mais feminista
  • drugsp

As drogas que podem aparecer no seu carnaval e como cada uma funciona

Por Lais ModelliSem hipocrisia, sabemos que apesar de ilegais essas substâncias pintam no carnaval de muita gente. Entenda o que cada uma causa no seu corpo: os efeitos e riscos
  • Entrelaçar em mim mesmapeq

Nascem Flores no Asfalto – Capítulo 7: Quando percebi Alzira

Por Mariana LozziNessa distopia, reproduzir deixou de ser escolha. Acompanhe toda sexta a luta de quatro mulheres que resistem a que seus corpos sejam reduzidos a ferramentas.
  • mais amor menos pec2

Resolvi lutar após ser abusada por sete anos

Por Equipe AzMinaO relato de uma estudante que participou de uma ocupação no Distrito Federal
  • 1.Gatilho.baixa

“A moça estava caída no banheiro. Entrei no meio e falei para eles saírem” – #UmaMinaAjudaAOutra

Por Equipe AzMinaEu gosto de carnaval, mas parei de curtir por causa da chatice que são os homens achando que você tem que beijar todo mundo
  • PP_parada_gay_12

Bem-vinda! Qual o seu gênero?

Por Jaqueline de JesusTransexual? Crossdresser? Drag Queen? Muitos termos nos definem, e explicamos todos aqui
  • branca malucap

Brancas desequilibradas: negras criam bloco de protesto contra o racismo

Por Ana Paula LisboaCada vez mais grupos passam a destacar as formas de preconceito presentes na folia e usam a data para lutar
  • lais-ribeiro-vogue-fevereiro-01-2

Por que o jejum proposto pela Vogue deste mês é uma PÉSSIMA IDEIA

Por Nana QueirozPois é, estão extrapolando estudos feitos em células de levedura para seres humanos e fazendo você se sentir presa no corpo errado - de novo...
  • arte

Nascem Flores no Asfalto – Capítulo 6: Chuvas de Lis

Por Mariana LozziNessa distopia, reproduzir deixou de ser escolha. Acompanhe toda sexta a luta de quatro mulheres que resistem a que seus corpos sejam reduzidos a ferramentas.
  • destaque

“Demos uma ‘surra’ nos caras que tentaram nos ridicularizar no Carnaval” – #UmaMinaAjudaAOutra

Por Juliana LunaEu e minhas amigas, juntas, reagimos a um grupo de homens que riu do nosso cabelo black power. Pude festejar e me sentir amparada.
LEIA MAIS

Quem somos

A Associação AzMina é uma instituição sem fins lucrativos cujo objetivo é combater os diversos tipos de violência que atingem mulheres brasileiras, considerando as diversidades de raça, classe e orientação sexual. Realizamos palestras, debates, oficinas e outros eventos para aprofundar a discussão sobre os direitos da mulher e combater o machismo. Também organizamos grupos de apoio psicológico e legal para mulheres em relacionamentos abusivos, além de criar campanhas de conscientização nas redes sociais, envolvendo movimentos de mulheres e mobilizando a grande mídia.

Já a Revista AzMina é uma publicação online e gratuita para mulheres de A a Z. Nela, há espaço para todos os tipos de beleza, rostos e formas. Ensaios de moda que contemplam corpos reais, evitam o consumismo e trazem sugestões de looks que cabem no bolso. Além disso,  investimos em reportagens profundas, independentes, responsáveis, sem rabo preso com anunciantes.

Somos uma equipe apaixonada por este projeto e dedicada a usar o jornalismo para ajudar a melhorar o mundo, principalmente para nós, mulheres!

ESPIE NOSSOS PERFIS

Assine AzMina

Somos uma revista sem fins lucrativos que pretende construir um novo senso de beleza e dar ferramentas para que TODAS as mulheres brasileiras sejam ainda mais poderosas. Mas só podemos fazer tudo isso garantindo nossa independência editorial se você colaborar conosco! Coloque uma moeda no nosso cofrinho e prometemos cuidar dela com muita responsabilidade, transparência e carinho.

SAIBA COMO PATROCINAR

Seja um(a) parceiro(a)

Nossa proposta é transformar a publicidade num ato de responsabilidade social. Conheça nosso conceito de publicidade amiga da mulher e venha fazer com a gente uma revista inteligente e divertida, que acredita no potencial de cada mulher em todos os sentidos.

LEIA MAIS